Não cometa esses erros no cardápio online

Um cardápio bem estruturado é fundamental para ter boas vendas. Mas há alguns erros no cardápio online que você pode estar cometendo sem perceber. É muito importante levar em conta as expectativas e exigências dos clientes para oferecer a melhor experiência de compra possível para eles.

Existem algumas práticas comuns, que passam despercebidas pelos donos de restaurante. Isso acontece principalmente pela falta de experiência em montar o cardápio em formato digital. Sobretudo no caso das plataformas de pedidos online em que é possível movimentar os pratos e usar estratégias diferentes.

Vamos mostrar aqui alguns dos erros mais comuns na estruturação de um cardápio online. Queremos que você tenha mais autonomia na hora de configurar seu canal de vendas online.

1. Esquecer que o cardápio é online

Tenha sempre em mente as possibilidades que um sistema online te oferece. Isso é fundamental para que você saiba lidar com as ferramentas de modo otimizado. Lembre-se de usar os recursos online para melhorar a interação com a sua clientela. O mais importante é entender a melhor forma de usar o cardápio para vender e continuar chamando os clientes.

As possibilidades oferecidas pelo ambiente digital são mais amplas do que as disponíveis para o papel. Você tem a liberdade de mexer no seu cardápio com mais frequência. Use essa versatilidade de modo consciente.

Tente ter sempre em mente a forma como seu cliente usará o seu cardápio e como você quer que ele o faça. Assim, é importante ter um bom conhecimento da forma como os clientes compram online e trabalhar isso ativamente. 

2. Ter fotos pouco atrativas

Esse é um dos principais erros no cardápio online – bem como no físico. O primeiro impacto causado no cliente é de extrema importância. Quando seus clientes vão pedir um prato que ainda não conhecem, é importante que tenham uma boa primeira impressão. As fotos terão justamente o papel de tornar cada prato mais atrativo.

Lembre-se também de ter fotos que sejam fiéis àquilo que o cliente receberá em casa. Tire suas próprias fotos e mantenha um padrão nos pratos enviados pelo delivery. Seja fiel em relação às porções e à aparência da comida.

É bom também que você tenha uma boa descrição dos pratos, com quantidades e pontos de referência real nas fotos. No caso de uma hamburgueria, por exemplo, é uma boa colocar o peso do hambúrguer no cardápio ou optar uma imagem que dê uma boa noção do tamanho da porção de fritas.

3. Não promover pratos estrategicamente

É muito comum que os donos de restaurante não se lembrem de usar o cardápio como uma verdadeira página de compra. Seu cardápio online não deve ser estático, como um catálogo para consulta. Você precisa entender como usá-lo também para divulgar pratos da maneira mais adequada para cada momento. 

Cadastrar seus pratos e só deixá-los lá para compra, provavelmente não causará o efeito desejado com todo o seu cardápio. É necessário prever o comportamento do cliente e entender que ele precisa.

Criando páginas de promoção ou promovendo um prato do dia, você consegue dar destaque a itens específicos. Ações como essas podem te ajudar muito a movimentar estratégias de venda. 

O mais importante é que você consiga aliar os recursos disponíveis com as necessidades dos clientes. Dessa forma, é essencial saber usá-los da melhor forma possível, de modo estratégico e bem estruturado. Seus clientes precisam estar integrados às suas ações, e isso não quer dizer apenas marketing.

Também as estratégias ligadas diretamente ao ato da compra precisam chamar os clientes e causar impactos positivos. Esse conjunto será importante para que você tenha mais sucesso sobre a forma como seus clientes vão responder ao seu canal de vendas. São os pequenos erros no seu cardápio online que poderão ter grande impacto nas compras dos clientes. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *