Como economizar ao abrir uma pizzaria?

Uma das questões mais relevantes para quem quer abrir uma pizzaria é o valor que será investido nesse empreendimento. De fato, abrir um negócio envolve muitos gastos, mas há caminhos para reduzir alguns deles. Então é possível, sim, economizar ao abrir uma pizzaria.

A ideia aqui é mostrar alguns aspectos úteis para gastar menos ao abrir um restaurante. Como as pizzarias são restaurantes muito populares no Brasil, vamos focar nelas desta vez. 

Primeiros passos

Comece pensando no que é mais importante para o bom trabalho na sua cozinha. Aposte primeiro num bom produto. Tenha bons ingredientes, buscando sempre pelo melhor custo-benefício para a sua marca. Para quem precisa seguir um orçamento reduzido, é fundamental manter uma rotina de acompanhamento inteligente de todos os gastos envolvidos no negócio. 

Pesquise muito e avalie com o que é possível economizar ao abrir uma pizzaria ou não. Uma parte muito importante – e extremamente cara – são os equipamentos de cozinha. E com eles, na maioria das vezes, não é possível economizar o tanto quanto se gostaria.

Então é uma boa ideia fazer uma lista completa de todos os equipamentos que você vai precisar. Assim, ficará muito mais fácil depois pesquisar opções mais baratas para cada um deles.

Alternativas para economizar ao abrir uma pizzaria

Quais são os equipamentos essenciais, que vão ajudar no seu trabalho? Quais são os investimentos que terão efeito positivo no quanto você vai conseguir oferecer aos clientes?  E desses, quais podem ser adquiridos por meios / preços mais baratos?

Com bastante pesquisa, é possível encontrar equipamentos mais baratos. Para isso, contudo, é essencial entender antes o que sua pizzaria realmente precisa, como será o funcionamento da cozinha.

Isso é importante também para não cometer erros na hora de fazer as compras. Avalie o custo-benefício e faça modificações no cardápio, se necessário. Não tenha medo de começar com menos opções de sabores de pizza. Aos poucos você pode ir ampliando as opções de sabores e até seguir as sugestões dos clientes.

Se você não precisa de um equipamento super avançado para certa função, opte pela opção que vai cumprir bem o papel e não custa mais por algo que não será importante para o seu trabalho. Esse é o caso, por exemplo, da fatiadora de frios, que pode ser substituída pelo processador de alimentos. Ter os dois equipamentos pode ajudar, mas não é essencial no começo do trabalho. 

Investir menos no salão

A infraestrutura do salão, por exemplo, é responsável por grande parte dos gastos iniciais. Portanto, a primeira dica que pode ser levada em consideração é a redução dos gastos com o salão e um maior investimento na infraestrutura funcional, como a da cozinha.

Você não precisa gastar muito com o local onde vai receber os clientes propriamente. Se optar por atender no salão, o mais importante é ter um ambiente em que consiga acomodar bem os clientes. Não comece se preocupando com uma infraestrutura muito cara e elaborada. 

Fazer mais no delivery

Uma prática que está ganhando muito espaço atualmente entre os restaurantes é o oferecimento exclusivo de delivery. Chamados de restaurantes fantasma, esse estabelecimentos fazem sucesso entre os clientes, sem se preocupar com um investimento altíssimo no salão.

É claro que é necessário um investimento nos materiais de delivery (como as embalagens) e em todos os elementos envolvidos na logística do restaurante. Embalagens, planejamento de logística e agilidade na produção são alguns dos elementos que merecem atenção e maior investimento. 

Saiba o que priorizar no primeiro momento. Você terá que investir muito de uma vez só, então é importante saber o que pode ser comprado depois ou não. É natural que você tenha melhores condições para melhorar seu negócio conforme ele cresce. Por isso, não sinta que precisa começar com as condições perfeitas. 

É bom ter uma estrutura bem planejada, mas não é essencial ter absolutamente todas as ferramentas e a infraestrutura perfeita para começar sua pizzaria. Avalie as alternativas possíveis para oferecer um bom serviço, mas sem necessariamente gastar tanto. O que realmente deve ser prioridade é entender o que seu restaurante deve ter para funcionar da melhor maneira. 

Se você quiser ter a estrutura completa e perfeita de cara, provavelmente vai ter gastos desnecessários e focar em aspectos não tão relevantes. Então é importante ter clareza desde o planejamento, sem deixar de lado os seus objetivos ou a viabilidade de cada estratégia.

O que achou das nossas dicas? Não esqueça de contar nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *