7 dicas de como fazer uma gestão de estoque eficiente no seu restaurante

7 dicas de como fazer uma gestão de estoque eficiente no seu restaurante

A gestão de estoque pode ser uma das atividades mais sensíveis de um restaurante. Muitas pessoas se esquecem de dar atenção ao estoque, o que pode acabar gerando grandes prejuízos financeiros.

É fácil atestar a importância do seu estoque. Basta observar os gastos mensais do restaurante, e você verá que uma parte significativa da sua receita direcionada à compra de alimentos.

A necessidade de se tornar experiente na gestão de estoque surge de dois principais fatores: a possível perda de clientes e os gastos financeiros.

Afinal, ninguém quer chegar ao restaurante e não ter o pedido atendido por falta de ingredientes no estoque. É por isso que você deve estabelecer um monitoramento regular.

Sabemos que organizar um estoque não é uma tarefa simples. Na realidade, isso deve ser feito com muitos cuidados. Separamos 7 dicas para fazer uma gestão de estoque eficiente. Fique de olho!

Crie sistemas de organização

Quando você possui um grande negócio, pode ser complicado manter o controle de todos os alimentos no estoque. Mesmo em restaurantes menores, adaptar o estabelecimento ao crescimento é um processo necessário.

Em qualquer dos casos, é essencial possuir um bom sistema de organização. Basicamente, esse sistema deve te ajudar a catalogar os itens do seu estoque.

Você decide como essa catalogação será feita. Pode ser por categorias de produtos ou pelo uso nos pratos. Lembre-se de usar códigos para os itens para melhorar a organização.

Acompanhe a entrada e saída de mercadorias

A gestão de estoque envolve uma parte mais prática de organização da entrada e saída. É importante computar os elementos que chegaram ao estoque, assim como o uso em pratos.

Fique atento aos erros de pedidos. Muitas vezes, você terá que trocar a mercadoria ou realizar uma devolução. Esses eventos devem ser computados junto aos demais.

Você deve, também, notar a dinâmica de atuação dos fornecedores. A entrada de alguns itens pode ocorrer separadamente por diversas razões. Saber quando isso ocorre é essencial.

Mantenha uma relação com fornecedores

Não há dúvidas: os fornecedores são partes essenciais da gestão de estoque. Se você quer realizar um bom controle, precisa considerar um trabalho satisfatório desses profissionais.

Quando você escolhe um bom fornecedor para seu restaurante, as entregas chegam no prazo combinado. Além disso, são cobrados valores justos por sua compra.

Acordos e negociações também fazem parte da gestão de estoque, e nada disso poderá ser realizado sem que você mantenha a boa relação com fornecedores. Imagine, por exemplo, se você precisar de uma reposição mais rápida. Só um fornecedor de confiança poderá te ajudar.

Programe as compras

Muitas pessoas cometem o erro de comprar assim que o estoque esvaziar. Na realidade, são duas as falhas.

Primeiramente, você não deve deixar um estoque acabar por completo. Em segundo lugar, é importante fazer compras planejadas. Isso também ajudará a manter itens sempre disponíveis.

Mas o que é a gestão de estoque planejada? Simples, você precisa programar todas as compras para que nunca falte mercadoria. Planeje gastos médios e quantidade de produtos, além de datas de compra.

É interessante planejar datas com planilhas e calendários em mãos. Mas cuidado, pois as datas de compra podem se modificar. Em um período do ano com mais consumo, as compras precisarão ser mais regulares.

Entenda o fluxo de mercadorias

Na atividade de gestão de estoque, precisamos analisar as mercadorias. Se você está em um negócio de restaurantes, sabe que alguns itens são vendidos com mais facilidade.

Sua tarefa é observar quais são os pratos favoritos do público e fazer uma conexão aos itens do estoque. Dessa forma, você saberá o que acaba em menos tempo, e o que precisa ser reposto com mais urgência.

Não se esqueça dos itens mais básicos, como os usados para temperar. Ingredientes utilizados em muitas receitas merecem uma atenção especial, e precisarão de reposições mais frequentes.

Confirme as transações financeiras

Agora que você já organizou o estoque e planejou suas compras, chegou o momento de verificação. Essa atividade é muito importante para a gestão de estoque, pois garante que sua equipe não está cometendo erros.

Observes todas as planilhas e cronogramas relacionados aos gastos com estoque. Depois, basta fazer uma comparação com o estoque físico e ver se algo está faltando ou está em excesso.

Não se preocupe se existirem alguns erros iniciais. De fato, é difícil acertar de primeira. Use essas falhas para adaptar suas estratégias de gestão e melhorar a qualidade do estoque.

Atenção aos estoques que podem ser verificados. Você deve conferir os dados tanto dos estoques de matéria-prima, quanto dos estoques de produtos já prontos. Dessa forma, você conseguirá uma visão mais ampla.

Mantenha os estoques limpos

Nossa última dica é também uma das mais importantes para evitar a evasão de clientes. Como você já deve saber, é necessário manter a limpeza e a organização do local.

A gestão de estoque se torna uma atividade bem mais simples se você não deixar os itens bagunçados e fora do lugar. Para isso, você pode designar a tarefa a funcionários.

Não se esqueça de retirar alguns itens do estoque periodicamente. Afinal, as mercadorias ficam obsoletas e só servirão para ocupar espaço. Se você fizer essa retirada, aproveite para cuidar dos dejetos de maneira consciente.

A limpeza do local deve ser feita no mínimo uma vez por semana, pois o acúmulo de impurezas é rápido. Assim, você evitará comidas com baixa qualidade e problemas de saúde entre os clientes.

Dica extra

No Delivery Direto, nós oferecemos uma funcionalidade chamada de “Aba de Estatísticas“. Através dela, você poderá acompanhar todo fluxo de venda dos seus produtos para saber qual item tem mais saída e, consequentemente, precisa ter o estoque renovado.

Além disso, se você ficar sem estoque para algum prato ao longo do dia, terá a opção de ocultá-lo de seu delivery para evitar clientes frustrados com algum possível cancelamento de pedido. Veja como funciona!

Agora que você já sabe como fazer uma boa gestão de estoque, basta colocar nossas dicas em prática. Não se esqueça do princípio básico da gestão: não podem existir itens em excesso nem em falta.

Quais dicas você utiliza em seu negócio? Deixe seu comentário abaixo!

2 respostas para “7 dicas de como fazer uma gestão de estoque eficiente no seu restaurante”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *