Embalagens para delivery de comida japonesa

Você sabe quais são as melhores embalagens para delivery de comida japonesa? Ter embalagens adequadas para o seu restaurante é algo extremamente importante no dia a dia do seu negócio, e conhecê-las é fundamental.

Algo que pode acontecer é o seu produto ser afetado pela forma de armazenamento na viagem. Imagine o caminho pelo qual a comida passa até chegar ao cliente. Muitos fatores podem afetar a entrega e deixar uma má impressão.

Mesmo que quem que compre no delivery também consuma no salão, uma má experiência pode afastar o cliente do delivery permanentemente. E, claro, isso pode acontecer também com futuros compradores que cheguem através do delivery.

Pense nas suas experiências como cliente de delivery. Se a comida chega quente e com uma montagem parecida com aquela que você encontra no restaurante, pode ter certeza que a embalagem tem tudo a ver com isso.

Que tal ver, então, algumas dicas para ter as melhores embalagens para delivery de comida japonesa?

O que as embalagens devem ter?

Não existem modelos fixos de embalagens para cada tipo de produto. Cada tipo de restaurante tem suas especificidades em relação às melhores embalagens, e esse é um fator que deve sempre ser levado em conta.

Você já deve ter percebido, como algumas embalagens parecem manter o alimento inteiro, enquanto outras não conseguem ser tão eficientes nesse trabalho. Isso tem a ver com o material da embalagem, o tamanho das divisórias, o lacre etc. O que parece um detalhe tem muita importância no final.

Também é essencial pensar no melhor tamanho para cada uma das embalagens. E isso tem tudo a ver com a porção que você pretende oferecer aos clientes. Estabeleça, por exemplo, quantos sushis compõem uma porção. A partir daí você só segue um padrão de tamanho para cada prato, e a embalagem terá o tamanho perfeito!

Como escolher o melhor material?

São diversas as opções de composição das embalagens. Algumas delas são plástico, isopor, papel e alumínio.

Na hora de escolher a opção mais adequada, é importante levar em conta a diferença entre os alimentos quentes e os frios. No caso dos pratos quentes, é importante ter em mente a manutenção do calor; por isso é mais indicado usar embalagens de isopor.

Já no caso dos pratos frios, é melhor se preocupar mais em ter um recipiente para o qual a umidade não seja um problema. Nesse caso, o plástico pode ser a opção mais indicada. Também pode ser uma boa ideia pensar em alternativas de alumínio.

No caso das sobremesas, vale considerar a possibilidade de usar embalagens de papel. Como as sobremesas não têm a umidade dos pratos frios, não há o risco de molhar a embalagem e causar acidentes.

Personalização

É importante que sua embalagem seja personalizada, tanto para deixar uma marca única quanto para ser um diferencial. Coloque-se no lugar do consumidor e pense no que chama sua atenção numa embalagem. A boa funcionalidade da embalagem pode ser o seu destaque.

Pense também no seu produto e na necessidade de cada prato na hora de ser transportado. Faça testes e perceba como seu produto se comporta com as viagens do delivery. Além disso, é importante ter em mente que a experiência do cliente sempre vai mostrar pontos nos quais você ainda não tinha pensado.

Então já tenha em mente que provavelmente você terá que fazer alteração periódicas nas suas embalagens. Também lembre-se de sempre conhecer bem a opinião dos clientes em relação à funcionalidade das suas embalagens. 

Itens complementares

No caso dos restaurantes de comida japonesa, é importante pensar em utensílios como os hashis (com a opção de talheres convencionais). Para evitar desperdícios, vale perguntar para o cliente se ele deseja que os utensílios sejam enviados junto com o pedido.

Também é importante prestar atenção na qualidade dos utensílios, afinal não é nada agradável que o talher, por exemplo, quebre no meio da refeição. Então não esqueça de manter a boa qualidade também nesses que parecem ser pequenos detalhes.

Outro item que pode causar problemas na hora da viagem são os molhos que acompanham a refeição. O transporte de líquidos merece um cuidado especial, para que o recipiente não vire e nada derrame.

Ter um bom planejamento em relação às embalagens oferecidas no seu restaurante é fundamental, principalmente se você tiver uma boa parcela das suas vendas vindas do delivery. Isso garantirá uma melhor satisfação dos clientes e evitará alguns problemas com eles.

Além disso, pense que a qualidade do seu produto precisa ser mantida mesmo depois do transporte. Então lembre sempre de priorizar esse aspecto junto com a experiência do seu cliente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *